Comandos

5 de abril de 2016

Comando ALIAS

Mais artigos de »
Escrito por: Leonardo Souza
Tags:

Comando Alias

O comando Alias permite criar um apelido que será o substituto de um comando, ou conjunto de comandos. Em geral é utilizada uma string e esta ao ser executada no terminal realiza a ação do comando que substituiu.  Normalmente, como qualquer outro comando, só possui vigência até a sessão ser interrompida, ou seja, sua ação não é permanente. Isso significa que se o computador for reiniciado, a sessão do Shell será terminada e, o alias não terá mais efeito. Veremos mais adiante como configurar de uma forma permanente.




Sintaxe

# alias apelido comando

Apelido é a string que vai ser utilizada no terminal para substituir determinado conjunto de comandos.

Comando é o conjunto de comandos que será executado ao digitar a string apelido determinada.

Criando alias

Exemplo: vamos criar um alias que vai mostrar a hora do sistema. Usaremos para isso um filtro do comando “date”, que ao ser executado retorna a data e hora do sistema. Para isso digite no terminal “alias hora date +%T”

Comando Alias

Neste exemplo temos:

Alias: é o comando propriamente dito.

Hora: é o apelido que estamos criando, ao digitarmos no terminal ele executará o comando especificado como parâmetro.

Date +%T: é o conjunto de comandos que será executado ao chamarmos o alias no terminal.

Executando o alias

Para executar o alias basta digitá-lo como se faz com qualquer outro comando

alias-ver-comando

Veja que ao digitarmos o comando “hora” temos o retorno do comando especificado, ou seja, o comando “date +%T”.

Ver alias criado

É possível visualizar o comando relacionado a determinado alias, muito útil quando se deseja verificar qual comando será executado ao digitar determinado alias. Para isso basta digitar o comando alias seguido do apelido já criado.

ver-alias

Perceba que o retorno é exatamente o comando que relacionamos ao alias criado.

Excluir um alias existente

Para excluir um alias basta digitar o comando “unalias” seguido do apelido que desejamos excluir. Dessa forma o alias não fará mais parte da nossa sessão, como pode ser visto na imagem abaixo.

excluir alias

Veja que ao digitarmos o alias “hora” ele não é mais compreendido no terminal, ou seja, não existe mais.

Definindo um alias permanente

Como explicado antes, o alias criado via comandos não é permanente, sendo assim quando o sistema for reiniciado as configurações não terão mais validade. Para que possamos atribuir um alias de forma permanente, devemos configurá-lo no arquivo “.cshrc” dentro do diretório /home de cada usuário.

arq-csr

O sistema já possui alguns alias configurados de forma default, basta inserir neste arquivo o novo alias e quando for iniciado o sistema o alias será carregado.

Conclusão

O comando alias é um recurso muito interessante principalmente quando se utiliza muito comandos aninhados e filtros em saídas de comandos (que tornam os comandos enormes), pois permitem que usemos uma só string para representar, e executar, estes comandos. Aprenda a utilizar bem este recurso e economize tempo.

Espero que este conteúdo tenha sido útil, em caso de dúvidas pergunte nos comentários.






Sobre o Autor

Foto de perfil de Leonardo Souza
Leonardo Souza
Bacharel em Informática, pós graduado em Segurança de Redes de Computadores e analista de Segurança da Informação. Entusiasta de Segurança da Informação e usuário FreeBSD, porém sem xiismo.




0 Comments


Seja o Primeiro a Comentar!


You must be logged in to post a comment.