FreeBSD

4 de abril de 2016

Gnome 3 no FreeBSD

Mais artigos de »
Escrito por: Leonardo Souza
Tags:,

Gnome 3 no FreeBSD

Introdução

Veremos neste artigo a instalação do Gnome 3 no FreeBSD. Gnome é um projeto de software livre que propõe um ambiente gráfico nos sistemas baseados no Unix. Segundo os desenvolvedores a ênfase do projeto é a usabilidade, acessibilidade e internacionalização. Como grande parte dos projetos de software livre, o Gnome é desenvolvido por uma comunidade formada por pessoas espalhadas pelo mundo.




Vamos realizar a instalação do Gnome 3 no FreeBSD, para isso realizaremos a instalação dos softwares por meio de pacotes binários através do utilitário “pkg”. Caso deseje realizar a instalação dos programas   Para mais detalhes sobre a instalação de programas no FreeBSD leia o artigo instalação de programas no FreeBSD.

Instalação do Xorg

 O primeiro pacote que vamos instalar é o “Xorg”, que de uma maneira geral, é o responsável por prover uma implementação open source do X Window System, que pode ser utilizada pelos diversos ambientes gráficos existentes. Isso significa que o Gnome, KDE, Lumina Desktop, MATE entre outros, utilizam o X Window através do Xorg.

Para instalar o Xorg digite no terminal “pkg install xorg”.

# pkg install xorg

pkg xorg

O utilitário “pkg” realiza um levantamento de todas as dependências e solicita a confirmação de instalação informando, inclusive, o espaço em disco necessário.

 Confirme a instalação digitando “y” e utilizando a tecla ENTER.

Após a instalação veremos uma mensagem confirmando o sucesso na instalação.

 Para confirmar a instalação e verificar a versão digite “X -version”.

# X -version

x version

Podemos ver a versão do Xorg, data de lançamento, assim como sistema operacional, neste caso o FreeBSD 10.2, além de outras informações.

Depois de verificar a versão digite “X -configure”.

# X -configure

Com este comando finalizamos a instalação e configuração do Xorg.

Instalação do Gnome 3

Agora vamos realizar a instalação do Gnome, para isso digite “pkg install gnome3”.

# pkg install gnome3

pkg gnome

O utilitário “pkg” realiza um levantamento de todas as dependências e solicita a confirmação de instalação informando, inclusive, o espaço em disco necessário.

Confirme a instalação de todas digitando “y” e pressionando a tecla ENTER.

Veremos uma mensagem confirmando que a instalação foi bem sucedida.

Já instalamos o Xorg e o Gnome 3, agora vamos configurar o ambiente gráfico.

Configurando o Gnome 3 no BOOT do sistema

Vamos agora configurar o sistema para que o ambiente gráfico seja carregado juntamente como BOOT do FreeBSD, para isso vamos configurar o arquivo “/etc/rc.conf” e inserir algumas linhas.

Abra o arquivo digitando “ee /etc/rc.conf”.

# ee /etc/rc.conf

Insira as seguintes linhas:

gdm_enable=”YES”

gnome_enable=”YES”

dbus_enable=”YES”

hald_enable=”YES”

rc.conf

Finalizada a configuração, salve a alteração e feche o arquivo.

Abra o arquivo “ee /etc/fstab

# ee /etc/fstab

Insira a seguinte linha:

proc  /proc  procfs  rw 0  0

proc

Salve a alteração e salve o arquivo.

Pronto, agora finalizamos a configuração.

Agora reinicie o sistema digitando “reboot”.

Quando o sistema reiniciar o arquivo “/etc/rc.conf” será lido e o GNOME 3 será carregado.

Instalação do Gnome 3 no FreeBSD

Conclusão

A instalação do Gnome 3 no FreeBSD é muito simples, assim como quase tudo no FreeBSD. Vimos neste artigo a instalação do Gnome, porém a instalação de outros ambientes gráficos obedecem a mesma lógica. Para mais informações leia o artigo ensinando a instalar o Desktop Lumina no FreeBSD.





Sobre o Autor

Foto de perfil de Leonardo Souza
Leonardo Souza
Bacharel em Informática, pós graduado em Segurança de Redes de Computadores e analista de Segurança da Informação. Entusiasta de Segurança da Informação e usuário FreeBSD, porém sem xiismo.





  1. Foto de perfil de arlindovisk

    Parabéns amigo, o seu blogue é muito bom, gostaria de saber porque o método de instalação do gnome é mais simples do que o do mate.



You must be logged in to post a comment.