Artigos

9 de janeiro de 2016

Instalação do FreeBSD

Mais artigos de »
Escrito por: Leonardo Souza
Tags:

Instalação do FreeBSD

Introdução

A instalação do FreeBSD é basicamente idêntica para as últimas versões 9.x e 10.x. Iremos abordar, agora, a instalação da série 10.x. Por padrão o FreeBSD não possui uma interface gráfica, afinal quem precisa de interface gráfica em um servidor? Porém é possível configurá-lo para utilizar qualquer uma das interfaces disponíveis no mundo livre. A princípio veremos a instalação básica do sistema e em outra oportunidade veremos como configurar a interface gráfica.

Utilizaremos neste cenário uma máquina virtual para realizar a instalação do FreeBSD com virtual box com a seguinte configuração: 4GB de HD e 512MB de memória RAM, que para a instalação que estamos fazendo vai fazer o FreeBSD “voar baixo”.




Para realizar download do FreeBSD clique acesse o site oficial do projeto. Ao realizar o boot pela imagem ISO veremos a tela de apresentação do FreeBSD, esta tela é semelhante a tela inicial do FreeBSD após a instalação:

Tela inicial da instalação do FreeBSD

Para começar a instalação pressione a tecla ENTER.

A próxima tela é uma solicitação para que escolha o que tipo de instalação deseja realizar. Neste momento é possível escolher instalar o FreeBSD através do “CD” ou “DVD”, que foi carregado através da imagem ISO, instalar via Shell, ou carregar o sistema via “Live CD”.

Tela de confirmação da instalação do FreeBSD

Iniciando a instalação do FreeBSD

A instalação via Shell é realizada a partir dos fontes do sistema que precisam ser compilados, carregados na memória e só depois instalados, tudo via comandos. Falaremos sobre isso em outro momento. Por outro lado  carregar um “Live CD” permite utilizar o sistema a partir de do CD sem instalar o FreeBSD no disco rígido.

Vamos continuar nossa instalação, selecione a opção ”Install”, assim instalaremos o sistema no disco rígido a partir da imagem carregada.

Na próxima tela será solicitado a escolha do layout do teclado:

Tela de configuração de layout de teclado da instalação do FreeBSD

Selecione o formato de teclado que utiliza.

Confirmação de layout de teclado da instalação do FreeBSD

Confirme o layout Brazilian (com acentos)

No nosso caso escolhemos o formato brasileiro com teclas de acento.

Próximo passo será escolher o nome do “hostname”, ou seja, nome do computador. Embora escolhido no momento da instalação, este nome pode ser alterado facilmente após a instalação ao configurar o arquivo /etc/rc.conf:

Confirmação do nome do host na instalação do FreeBSD

Configuração do nome do computador

Depois de informar o nome do host surge uma das partes mais importantes da instalação e que vai evitar um monte de dor de cabeça: escolher os componentes que serão instalados.

Só quem já tentou instalar um “Port” e percebeu que ele não foi instalado ou tentou recompilar o kernel e percebeu que não foi selecionado no momento da instalação, sabe de verdade o quanto esta opção é importante.

Em suma “Ports” é o meio pelo qual o FreeBSD instala softwares, os chamados pacotes. Selecionar esta opção permite que o FreeBSD consiga instalar  aplicativos. Caso não instale agora os “Ports”, o sistema ficará impossibilitado de utilizar este recurso até que instale-os manualmente.

Outro componente que deve ser selecionado é o “src”, esta opção contem o “GENERIC”, arquivo fonte do kernel que pode ser alterado e recompilado caso necessário. Se não instalar este componente neste momento, também será necessário instalar manualmente depois.

Visualizando componentes disponíveis na instalação do FreeBSD

Componentes disponíveis

A opção “doc” instala a documentação adicional do sistema, enquanto a opção “games” instala alguns joguinhos disponíveis. Lembre-se que estamos falando de instalação modo texto, logo os jogos disponíveis serão neste ambiente.

Confirmando os componentes na instalação do FreeBSD

Escolha os componentes desejados

Marque o que realmente interessa e surgirá a próxima opção: particionamento do disco.

Iniciando o particionamento do disco na instalação do FreeBSD

Iniciando o particionamento do disco

Esta é outra opção muito importante também, pois define o tamanho do disco e o formato de arquivos deste. Entre as opções disponíveis estão:

Auto (UFS): permite uma instalação guiada, entre as opções é possível usar todo o disco e criar partições sugeridas pelo sistema com base no tamanho do disco.

Manual: configuração manual do sistema onde o usuário cria cada partição com seus respectivos sistemas de arquivo.

Shell: opção em que a instalação é realizada a partir dos fontes do sistema via comandos.

Auto (ZFS): instalação implementada nas versões 10.x. Também funciona de forma automática.

Caso interesse falarei mais sobre as outras formas de instalação.

Selecione a opção Manual e vamos continuar a instalação, agora com o particionamento do disco:

Particionamento do disco

Iremos agora realizar o compartilhamento do disco.

10

Podemos ver na imagem nosso disco sem formato, por este motivo precisamos definir o tipo das partições. Clique em “create”. Surgirá a seguinte tela:

10-1

Precisaremos, agora, definir o esquema da partição, ou seja, a forma como serão organizadas no disco. Usaremos o GPT, que é uma evolução do MBR. Depois de criar o esquema de particionamento iremos agora criá-las.

10-2

Selecione a opção “Create” e surgirá a seguinte tela:

12

Nesta tela precisamos definir o tipo da partição que estamos criando, o tamanho, ponto de montagem e um texto que será mostrado junto com ela.

Preencha da seguinte forma:

13

Usaremos o sistema de arquivo “UFS”, o tamanho da partição será 3800 MB, e mostraremos na raiz “/”. Clique em “OK”.

Neste momento surgirá a informação que o sistema precisa criar uma partição de boot que é obrigatória.

14

Confirme a criação e verá duas já criadas.

14-1

Agora criaremos a “partição swap”, para isso selecione a opção “Create”.

15

Preencha conforme a imagem acima e clique em “OK”.

Confirmadas as configurações veremos todas as partições criadas.

16

Podemos agora continuar com nossa instalação. Para isso selecione “Finish”.

17

Surgirá a tela solicitando a confirmação, caso tenha feito tudo correto selecione “Commit”, caso deseje sair do sistema selecione “Revert e Exit”, mas se desejar retornar e corrigir algo errado selecione “Back”.

Ao clicar em “Commit” o sistema começará a ser instalado.

18

Pronto, assim finalizamos o particionamento do disco, vamos agora realizar as configurações finais para concluir a instalação na terceira parte deste artigo.

Configurações Finais

Agora vamos realizar as configurações finais.

21
Em poucos minutos será solicitado que informe a senha do root do sistema.

22

Cadastre a senha e confirme-a.

A partir deste momento o sistema está instalado e será necessário apenas concluir algumas configurações básicas:

23
Primeiro será solicitado as configurações de rede. Veja na imagem abaixo o nome da nossa placa identificada como “em0”.

24
Clique em “OK” e aparecerá uma tela perguntando se desejamos configurar nossa interface com IPV4.

25
Clique em “Yes” e avançaremos para a outra opção:

26
Esta tela pergunta se desejamos configurar nossa interface como cliente DHCP, ou seja, receber IP automaticamente e de forma dinâmica. Se escolher Yes iremos para a próxima opção, caso contrário abrirá uma tela para informarmos as configurações que desejarmos de forma manual, como a próxima tela.

29
Clique em “Yes”.

Será perguntado se desejamos configurar nossa interface com IPV6. Clique em “No”.

27
Próximo passo configurar horário e localidade. Clique em “Yes”.

30
Selecione o continente:

31
Defina o pais.

32
Confirme o estado.

33
Depois de configurar a região e o horário será perguntado se deseja iniciar algumas aplicações no momento do boot. Embora possa escolher agora, estas configurações poderão ser alteradas posteriormente ao editar o arquivo /etc/rc.conf.

34
Depois de configurar a região e o horário será perguntado se deseja iniciar algumas aplicações no momento do boot. Embora possa escolher agora, estas configurações poderão ser alteradas posteriormente ao editar o arquivo /etc/rc.conf.

35
Próximo passo será escolher ou não criar outro usuário. Caso escolha adicionar um usuário será solicitada nome dele assim como outros dados e a senha. No nosso caso não criaremos usuários, pois falaremos sobre isso em outro momento. Clique em “No”.

36
Surgirá uma tela solicitando que digite “exit”. Neste momento o sistema está instalado, porém precisa de um reboot para concluir todo o processo.

39
Surgirá uma tela informando que o sistema está configurado e perguntando se deseja reiniciar

40
Depois de reiniciar veremos uma tela semelhante a tela inicial da instalação. Isso significa que o sistema está instalado e pronto para ser usado.

42
Pressione a tecla ENTER, informe a senha criado durante a instalação e poderá usar o sistema normalmente.

44
Parabéns! Você acaba de instalar o FreeBSD, este é o primeiro passo apenas. Como vimos a instalação do FreeBSD é muito rápida e simples, porém isso é apenas o início.

Acompanhe nossos posts e compartilhe conosco suas experiências.






Sobre o Autor

Foto de perfil de Leonardo Souza
Leonardo Souza
Bacharel em Informática, pós graduado em Segurança de Redes de Computadores e analista de Segurança da Informação. Entusiasta de Segurança da Informação e usuário FreeBSD, porém sem xiismo.





  1. Foto de perfil de arlindovisk

    Parabéns amigo, muito bem explicado, gostei muito porque não tinha percebido a forma de particionamento manual, agora só falta eu aprender a configurar o grub para fazer dual boot com linux. Valeu amigo.



You must be logged in to post a comment.