FreeBSD

19 de abril de 2016

MATE no FreeBSD

Mais artigos de »
Escrito por: Leonardo Souza
Tags:

MATE no FreeBSD

Veremos neste artigo utilizar o MATE no FreeBSD. O MATE é um ambiente gráfico baseado no GNOME 2, que tenta manter a mesma linha visual de seu antecessor. Os desenvolvedores o descrevem como uma continuação deste projeto, que possuía um visual mais intuitivo e tradicional no que se refere a ambiente gráfico para sistemas Unix-like. Entre as distribuições que fornecem oficial este ambiente estão:  Arch Linux, Gentoo, Mageia e openSUSE, além de outros.




O nome do projeto é inspirado na erva mate, nativa da América do Sul subtropical e que possui em suas folhas a famosa substância “cafeína”, ideal para fazer bebidas. Outras particularidades do projeto dizem respeito às aplicações nativas do MATE, pois precisaram ser renomeados para que não tivessem qualquer conflito com os já existentes no GNOME, entre eles estão: o Caja, gerenciador de Arquivos, o Pluma, editor de textos e o Atril, visualizados de documentos.

Instalaremos o MATE no FreeBSD release 10.3. Para isso utilizaremos a instalação por meio da coleção de ports do FreeBSD para alguns softwares e outros por meio de pacotes binários e o utilitário “pkg”. Para mais detalhes sobre a instalação de programas no FreeBSD leia nosso artigo instalação de programas no FreeBSD.

Instalaremos os seguintes softwares:

  • Xorg
  • Xf86-video-fbdev
  • Mate-desktop
  • Mate
  • Slim

Instalação do Xorg

O primeiro pacote que vamos instalar é o “Xorg”, que de uma maneira geral, é o responsável por prover uma implementação open source do X Window System, que pode ser utilizada pelos diversos ambientes gráficos existentes. Isso significa que o Gnome, KDE, Lumina Desktop, e o próprio XFCE, utilizam o X Window através do Xorg.

Para instalar o Xorg digite no terminal “pkg install xorg”.

# pkg install xorg

pkg xorg

O utilitário “pkg” realiza um levantamento de todas as dependências e solicita a confirmação de instalação informando, inclusive, o espaço em disco necessário.
Confirme a instalação digitando “y” e utilizando a tecla ENTER.

Se desejar instalar o Xorg por meio dos ports utilize o port “/usr/port/”.

Após a instalação veremos uma mensagem confirmando o sucesso na instalação.

Para confirmar a instalação e verificar a versão digite “X -version”.

# X -version

x -version
Podemos ver a versão do Xorg, data de lançamento, assim como sistema operacional, neste caso o FreeBSD 10.3, além de outras informações.

Depois de verificar a versão digite “X -configure”.

# X -configure

x -configure

Com este comando finalizamos a instalação e configuração do Xorg.

Instalação do Xf86-video-fbdev

Este pacote é pré-requisito para o funcionamento do ambiente gráfico no modelo MATE. Podemos dizer, de forma geral, que ele funciona como um driver de vídeo que implementa e auxilia a estruturação gráfica deste ambiente.

Vamos instalar este software por meio da coleção de ports utilizando o port “/usr/ports/x11-drivers/xf86-video-fbdev”.

# cd /usr/ports/x11-drivers/xf86-video-fbdev

# make install clean

make x86

Dessa forma o sistema fará o download do código fonte, compilará este código e vai instalar o software. No fim da instalação veremos uma tela que confirma o sucesso desta instalação.

Este software pode ser instalado, também, por meio dos “packages”, para isso basta digitar o comando “pkg install xf86-video-fbdev”.

# pkg install xf86-video-fbdev

Vamos agora instalar o pacote “Mate-Desktop”.

Instalação do Mate-desktop

Outro software necessário é o “mate-desktop”, vamos instalar ele por meio da coleção de ports também. Para isso utilizaremos o port “/usr/ports/x11/mate-desktop”.

# cd /usr/ports/x11/mate-desktop


# make install clean

make mate-desktop

É possível também instalar o software por meio de “packages”, através do utilitário “pkg”, para isso basta digitar o comando “pkg install mate-desktop”.

# pkg install mate-desktop 

Depois de instalar todas as dependências o software será instalado e por fim veremos uma tela confirmando a instalação.

Instalando o Mate

Vamos agora instalar o Port “mate”, outro software necessário para se utilizar este ambiente gráfico, e o faremos por meio do port.

# cd /usr/ports/x11/mate
# make install clean

make mate

É possível também instalar o software por meio de “packages”, através do utilitário “pkg”, para isso basta digitar o comando “pkg install mate”.

# pkg install mate

O utilitário “pkg” vai realizar um levantamento de todas as dependências deste pacote e solicitará a confirmação de instalação destas dependências, informando, inclusive, o espaço em disco necessário.
Confirme a instalação digitando “y” e utilizando a tecla ENTER.

Após a instalação veremos a mensagem de confirmação de conclusão.

Vamos agora instalar o pacote “slim”.

Instalando o Slim

O último software necessário para o funcionamento deste ambiente gráfico é o “Slim”. Vamos instalá-lo por meio de packages, ou seja, pacote binário. Para isso digite no terminal o comando “pkg install slim”.

# pkg install slim

O utilitário “pkg” vai realizar um levantamento de todas as dependências deste pacote e solicitará a confirmação de instalação destas dependências, informando, inclusive, o espaço em disco necessário.

Confirme a instalação digitando “y” e utilizando a tecla ENTER.

É possível também instala este pacote por meio da coleção de Ports do FreeBSD. Para isso pode-se utilizar o port “/usr/ports/x11/slim”.

# cd /usr/ports/x11/slim

# make install clean

Agora finalizamos a instalação de todos os pacotes, precisamos apenas configurar o ambiente.

Configurando o MATE no FreeBSD

Vamos configurar o sistema para iniciar o ambiente gráfico automaticamente. Para isso abra o arquivo /etc/rc.conf com o editor de textos ee:

# ee /etc/rc.conf

Insira as seguintes linhas:

moused_enable=”YES”
dbus_enable=”YES”
hald_enable=”YES”
slim_enable=”YES”

Crie o arquivo “.xinitrc” dentro do  diretório “/home” do usuário:

# ee ~.xinitrc

Insira a seguinte linha:

exec mate-session

Pronto! todas as configurações finalizadas, agora vamos reiniciar o sistema.

# reboot

Logo que o sistema reiniciar veremos a tela de login:

MATE no FreeBSD

Digite usuário e senha do sistema.

Como pode ser visto na imagem abaixo, instalamos o MATE na versão 10.3 do FreeBSD.

tela

A metodologia aplicada neste tutorial possui a intenção de ser didático, por este motivo cada pacote foi instalado de forma individual. Caso o usuário queira instalar todos de uma só vez, é possível utilizar o comando: “pkg install xorg xf86-video-fbdev mate-desktop mate slim”

pkg install xorg xf86-video-fbdev mate-desktop mate slim

Conclusão

Instalar e configurar o MATE no FreeBSD é algo muito simples. Como podemos ver o FreeBSD possui uma grande variedade de possibilidades de uso no que diz respeito a ambientes gráficos e aplicações com finalidade desktops.

E você? conseguiu instalar e configurar? ficou alguma dúvida? fique a vontade e utilize os comentários para isso.






Sobre o Autor

Foto de perfil de Leonardo Souza
Leonardo Souza
Bacharel em Informática, pós graduado em Segurança de Redes de Computadores e analista de Segurança da Informação. Entusiasta de Segurança da Informação e usuário FreeBSD, porém sem xiismo.





  1. Foto de perfil de penataba

    Leonardo Souza, muito bom, obrigado pelo seu trabalho.


  2. Foto de perfil de penataba

    Leonardo de Souza, muito bom, obrigado pelo seu trabalho.



You must be logged in to post a comment.