Artigos

29 de abril de 2016

PC-BSD – Uma introdução ao sistema

Mais artigos de »
Escrito por: Leonardo Souza
Tags:

PC-BSD

O PC-BSD é um sistema baseado no FreeBSD e que possui um ambiente gráfico em conjunto com uma série de ferramentas de administração em modo gráfico. Embora seja conhecido com “desktop FreeBSD”, ele não é apenas um sistema desktop, mas permite, também, a configuração de um servidor com modo gráfico disponível.

O projeto PC-BSD começou no ano de 2005 por meio de Kris Moore, que apresentou a versão de um sistema operacional FreeBSD desenvolvido para desktops. Desde este período o sistema amadureceu e se transformou em um sistema estável, rico em recursos e que atende as necessidades de um verdadeiro desktop open source, mas que permite também a implementação de um servidor. O sistema se encontra hoje na versão 10.3, esta á ultima da série 10.x.




Em sua essência o PC-BSD é uma instalação personalizada do FreeBSD. Isso significa dizer que ele não é um sistema derivado deste. Em outras palavras o sistema PC-BSD é um sistema desenvolvido com ambiente gráfico integrado e que possui toda a estrutura do FreeBSD em sua raiz. Enquanto a instalação do FreeBSD é em modo texto, a do PC-BSD acontece por meio de um instalador gráfico que permite que esta instalação seja mais amigável e intuitiva, opção ideal aos usuários menos experientes no sistema.

Diferenças entre PC-BSD e FreeBSD

Várias são as diferenças entre a instalação default do FreeBSD e o PC-BSD, entre elas estão:

  • O PC-BSD possui pelo menos um ambiente gráfico padrão, os ambientes gráficos instalados no sistema aparecem no momento do login e o usuário pode selecionar qual ambiente deseja utilizar para acessar o sistema.
  • O instalador gráfico do PC-BSD permite funcionalidades adicionais, como por exemplo, configuração de ZFS e criptografia durante a instalação do sistema.
  • O PC-BSD possui um sistema de gerenciamento de software gráfico, ideal para sistemas desktops, e um em linha de comando.
  • O PC-BSD possui um painel de controle de configurações e utilitários para gerenciamento do sistema. As versões gráficas destes utilitários facilitam o uso do sistema de uma forma geral.
  • O PC-BSD possui um suporte diferenciado para dispositivos USB, como câmeras digitais e cartões de memória. Isso é possível graças um grande número de scripts desenvolvidos para esta finalidade.

Embora tenha iniciado como um projeto independente, desde outubro de 2006 o PC-BSD é apoiado financeiramente pela empresa de soluções em hardware iXsystems.

Principais características

Entre as principais características do projeto estão:

  • Fácil instalação: para que seja devidamente instalado basta iniciar o instalador, iniciando o boot do computador pela imagem de instalação (disco ou imagem ISO) e responder algumas perguntas nos menus de instalação.
  • Hardwares configurados automaticamente: dispositivos como vídeo, som, rede, entre outros são configurados automaticamente.
  • Interface altamente intuitiva: o PC-BSD possui uma interface de fácil uso sobre uma plataforma FreeBSD.
  • Gerenciador de software de fácil uso: o AppCafe é um método intuitivo e fácil de instalar e gerenciar software. Permite instalar aplicações, por meio de pacotes pré-construídos e testados para FreeBSD.
  • Fácil de atualizar: o PC-BSD possui um Update Manager, gerenciador de atualizações, que notifica o usuário sempre que houver atualizações disponíveis e permite que elas sejam aplicadas, além de oferecer correções de segurança, correções de bugs e melhorias do sistema, assim como upgrade para versões mais recentes do sistema operacional e de softwares instalados.
  • Livre de Vírus: assim como o FreeBSD,o PC-BSD não é afetado por vírus ou qualquer outro tipo de malware.
  • Não precisa ser desfragmentado: o PC-BSD usa o OpenZFS e por este motivo não precisa ser desfragmentado com o passar do tempo.
  • Suporte a Notebooks e Laptops: o sistema proporciona economia de energia, criptografia e grande suporte a drives de rede sem fio, WI-FI.
  • Ambiente seguro: o sistema possui um firewall pré-configurado e um sistema de detecção de intrusão que torna o sistema mais seguro.

Estas são apenas algumas das características do sistema.

Pré-requisitos

O PC-BSD possui requisitos mínimos de hardwares considerados básicos, e facilmente atendidos. Claro que quanto mais recursos melhor será o desempenho do sistema. Os recursos mínimos para instalação são:

  • processador de 64-bit
  • 1 GB RAM
  • 20 GB de espaço livre no disco rígido em uma partição primária para uma instalação de servidor TrueOS ou 50GB para uma instalação do tipo desktop.
  • Dispositivo de rede.

Para um melhor desempenho os desenvolvedores recomendam as seguintes especificações:

  • processador de 64-bit
  • 4 GB de RAM
  • 50GB de espaço livre no disco rígido em uma partição primária para uma instalação do tipo desktop ou 20GB de espaço livre no disco rígido para uma instalação do tipo servidor em modo texto.
  • dispositivo de rede
  • Placa de som
  • placa de vídeo com aceleração 3D NVIDIA

Durante a instalação será exibida uma mensagem, se a partição selecionada para instalação tiver menos que 20GB de espaço livre, para uma instalação de servidor ou menos de 50GB de espaço livre, para uma instalação desktop. Isso não significa que a instalação ocupe este espaço, na verdade esta recomendação mínima busca proporcionar espaço suficiente para a instalação, e posterior configuração, tanto do desktop quanto do servidor.

Imagens disponíveis para instalação

A indicação de versão do PC-BSD é semelhante a utilizada no FreeBSD, e ele utiliza dois tipos. A escolha do tipo de imagem vai determinar que tipo de atualização será disponibilizadas para a versão escolhida. Os nomes de imagem possuem a versão, neste caso a versão atual é a 10.3 (Abril de 2016), seguido da palavra RELEASE ou STABLE. Estas palavras significam o seguinte:

RELEASE: indica que os novos drivers e recursos não serão disponibilizados para atualização até que a próxima versão RELEASE esteja disponível, ou seja, seja lançada a versão posterior do sistema. Esta é a versão ideal para quem deseja confiabilidade, pois só terá recursos disponíveis na versão completa.

STABLE: aproximadamente no dia 1º de cada mês, o Update Manager, gerenciador de atualizações, irá fornecer um patch com as possíveis atualizações de drivers e novos recursos. Esta é a versão ideal para quem deseja testar os recursos mais recentes.

Existem vários arquivos para download do PC-BSD, por isso é interessante conhecer cada um deles:

Arquivos que começam com “PC-BSD” e terminados em “DVD-USB.iso“, contém todas as informações necessárias para realizar a instalação de um desktop gráfico ou servidor de linha de comando, assim como várias outras aplicações durante a instalação. Esta imagem pode ser gravada em DVD ou em um pen drive USB. Existem também outros arquivos associados com o mesmo nome, porém terminados em “.md5” ou “.sha256”. Este tipo de arquivo permite a verificação de integridade do arquivo baixado.

Arquivos que começam com “TrueOS” disponibilizam um instalador em linha de comandos e são utilizados para instalar um servidor em modo texto. Esta imagem pode ser gravada em mídia de CD ou pen drive USB. Também possuem arquivos com as terminações “.md5” e “.sha256”, que servem para checar a integridade do download realizado.

Arquivos que possuem “netinstall” em seu nome são utilizados para executar a instalação por meio da rede. Estes arquivos podem ser gravados em CD, por isso possuem tamanho menor para facilitar o download, porém para concluir a instalação é necessário a conexão com a internet, pois ele realiza download de alguns arquivos durante a instalação.

imagens-pcbsd2

Resumidamente podemos dizer que se o desejo é instalar um desktop ou servidor com ambiente gráfico, a imagem ideal é a que possui a expressão “PCBSD” no nome. Por outro lado, se preferir instalar um servidor em modo texto, deve-se utilizar a imagem que possui a expressão “TrueOS” no nome.

Também é possível realizar o download de imagens virtuais pré-instaladas. Para isso são disponibilizados 4 (quatro) arquivos:

  • arquivos terminados em “.ova” podem ser virtualizados no VirtualBox;
  • arquivos terminados em “.vdiz.xz” podem ser virtualizados no virtualBox;
  • arquivos terminados em “.vmdk.xz” podem ser virtualizados no Vmware;
  • arquivos terminados em “.raw.xz” podem ser virtualizados no Qemu ou convertidos para outro formato de imagem virtual.

Conclusão

O PC-BSD disponibiliza uma opção moderna e estável para desktop baseado em FreeBSD. A junção de ferramentas gerenciais gráficas, instalação de programas por meio de interface gráfica e mecanismos que garantem uma maior segurança, faz com que o sistema seja uma ótima oportunidade de conhecer os sistemas baseados em FreeBSD.

Quem já utiliza desktops GNU/Linux e deseja conhecer o PC-BSD não terá grandes dificuldades, pois embora possua algumas diferenças, o usuário passará a maior parte do tempo em ambiente gráfico, diferente do FreeBSD que exige sua administração por meio de linha de comando, na maioria das vezes.

Quanto aos drivers [módulos de hardwares], o usuário que utiliza o PC-BSD em notebooks, por exemplo, não terá grandes problemas neste quesito, pois o suporte para este tipo de equipamento tem sido aperfeiçoado a cada dia, e tem se tornado em referencia no mundo BSD.

Para mais informações sobre o projeto visita a página oficial.






Sobre o Autor

Foto de perfil de Leonardo Souza
Leonardo Souza
Bacharel em Informática, pós graduado em Segurança de Redes de Computadores e analista de Segurança da Informação. Entusiasta de Segurança da Informação e usuário FreeBSD, porém sem xiismo.





  1. Foto de perfil de arlindovisk

    Também gosto muito do seu trabalho, ele nos encoraja para enfrentar e domar o freebsd, nem no mundo linux os caras são tão detalhista como você. parabéns mestre, continua assim.


  2. Foto de perfil de João

    Oi Leonardo,
    Quero te dar os parabéns pela sua excelente home page! São muito bem feitos os seus artigos, claros e inteligíveis. Gostei muito! você sem dúvida tem contribuído bastante para a divulgação deste maravilhoso sistema operacional. Seus artigos são claros e fáceis de serem entendidos. Qualquer pessoa pode instalar e conhecer melhor esse incrível sistema, mesmo alguém como eu, usuário comum. Gostei especialmente do PC-BSD – instalação e/ introdução ao sistema. puxa cara, que legal. muito bom mesmo. Sempre tive um pouco de dificuldade de instalar o sistema no modo texto, dá a impressão que é algo antigo, do tempo do (dos). Valeu, continue assim. Parabéns, mas Parabéns mesmo!
    Att.,
    João C. Nascimento



You must be logged in to post a comment.