FreeBSD

20 de junho de 2016

Executando Script no boot do FreeBSD

Mais artigos de »
Escrito por: Leonardo Souza
Tags:

Resumo: veremos neste artigo como configurar um script no boot do FreeBSD. Apresentaremos como criar o arquivo, atribuir permissões de execução e realizar um teste simples.

Executando Script no boot do FreeBSD

Em alguns momentos pode ser necessário que uma determinada tarefa seja executada no instante da inicialização do sistema, permitindo que quando o sistema esteja disponível para o uso, ela já esteja em execução. Este processo é fundamental quando se deseja iniciar programas antes da conclusão do boot do sistema e quando desejamos inicializar serviços. Para isso vamos ver como realizar a execução de um script no boot do FreeBSD.

Para realizar este processo iremos criar um arquivo de texto contendo comandos do Shell, conhecido como Shell Script, vamos liberar permissões para que possa ser executado e configurar o sistema para executá-lo no momento do boot.




Para concluir este procedimento vamos realizar os seguintes passos:

1 – criar o arquivo no modelo nome.sh dentro do diretório usr/local/etc/rc.d/

2 – transformá-lo em executável;

Vamos criar o arquivo dentro do diretório /usr/local/etc/rc.d/ com o nome de script.sh.

1 – Criando o Script

Vamos criar o arquivo dentro do diretório em questão. Para acessar o diretório digite o comando:

# cd /usr/local/etc/rc.d

cd rc

Agora crie o arquivo script.sh com o editor de textos “ee”.

ee script

Vamos criar um arquivo simples, apenas como teste, que vai listar os diretórios presentes no diretório “/” (raiz do sistema).

Inicie o arquivo com a expressão “#!/bin/sh”. Dessa forma estamos indicando qual o interpretador responsável por entender a sequência de comandos e executá-las.

# ee script.sh

Script no boot do FreeBSD

Perceba que o único comando que inseri neste arquivo foi o “ls” que vai listar os diretórios presentes no diretório raiz, logo depois utilizei as instruções “>>” indicando que esta saída será direcionada para um arquivo dento do diretório /root e chamado de lista_raiz. Se o arquivo não existir ele será criado e se existir o conteúdo será adicionado no fim dele.

Para entender melhor o direcionamento de comandos leia nosso artigo sobre o comando CAT.

2 – Tornando o arquivo executável

Para determinar a forma que um arquivo pode ser manipulado e por quem os sistemas baseados no Unix utilizam um esquema de permissões. Sendo assim, para que um arquivo seja executável é necessário que possua permissões de execução.

Para isso vamos utilizar o comando “chmod”.

Vamos utilizar o seguinte comando “chmod 755 script.sh”.

# chmod 755 script.sh

Script no boot do FreeBSD

Esta  opção atribui permissão de execução no arquivo.

Para testar nossa configuração basta reiniciar o sistema e aguardar ele listar o diretório desejado e “salvar” a saída do comando no arquivo especificado.

Digite o comando “reboot”.

# reboot

Depois que o sistema iniciar veja se o arquivo foi criado. Para isso digite o comando “ls /root”, assim os arquivos presentes no diretório /root serão listados.

Procure pelo arquivo criado.

Script no boot do FreeBSD

Veja que o arquivo “listar_raiz” foi criado neste diretório. Para visualizar seu conteúdo digitamos o comando CAT.

# cat lista_raiz

resultado2

Pronto, as instruções inseridas no arquivo utilizado foram devidamente executadas durante o boot do sistema. É exatamente desta forma que precisamos fazer caso se deseje iniciar, por exemplo, um programa ou configurar um serviço, ou qualquer outro tipo de rotina administrativa no FreeBSD.

Espero que o conteúdo tenha sido útil, em caso de dúvidas utilize os comentários.





Sobre o Autor

Foto de perfil de Leonardo Souza
Leonardo Souza
Bacharel em Informática, pós graduado em Segurança de Redes de Computadores e analista de Segurança da Informação. Entusiasta de Segurança da Informação e usuário FreeBSD, porém sem xiismo.




0 Comments


Seja o Primeiro a Comentar!


You must be logged in to post a comment.